Metais

A maioria dos elementos metálicos tem um brilho característico que associamos aos metais. Os metais são bons condutores de calor e eletricidade. São maleáveis podendo ser forjados em folhas muito finas, e dúcteis, estiráveis em fios finos. A exceção do Hg com ponto de fusão a -39 oC, todos são sólidos na temperatura do ambiente. Dois deles fundem em temperatura ligeiramente superior à temperatura ambiente: o Cs que funde a 28,4 oC e Ga a 29,8 oC. Agora, muitos metais apresentam pontos de fusão muito elevados. Por exemplo, o Cr cujo ponto de fusão é de 1.900 C.
Os metais tendem a ter energias de ionização baixas e por isso são oxidados normalmente nas reações em que participam. Devido a esta propriedade, os metais são encontrados geralmente na forma de íons. Como os alcalinos fazem parte do Grupo I, esses metais liberam um elétron, ficando com carga +1. Já os metais alcalinos terrosos liberam dois e, portanto, têm carga +2. Em cada um dos átomos, os elétrons mais externos s são cedidos para que os membros dos dois grupos obtenham a configuração de um gás nobre. Já as cargas dos metais de transição não seguem a mesma regra dos orbitais s: muitos íons de metais de transição têm carga +1 e +3. Um dos traços característicos dos metais de transição é a capacidade de formar mais de um positivo. O Fe, por exemplo, é +2 em alguns compostos e +3 em outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *