O valor correto do pH

A definição de pH ≈ -log[H+] não é completamente correta. A definição real é a seguinte:

pH=-logaH+ = -log[H+]γH+

é a atividade dos íons H+ e  é o coeficiente de atividade de H+. Quando medimos o pH em um pH-metro, estamos medindo o logaritmo negativo da atividade do íon H+ e não a sua concentração.

No caso da água pura o valor de pH pode ser calculado da maneira correta da forma seguinte forma:

KaH+.aOH– = [H+H+[H+OH

      As concentrações de H+ e OH podem ser consideradas iguais. Como as concentrações dos dois íons são muito baixas e os seus respectivos coeficientes podem ser considerados iguais a 1,0. Logo, no caso específico da água pura o pH será 7,00.

Por outro lado, o mesmo fato não pode ser considerado para uma solução de KCl 0,1 mol L-1. A concentração de H+ e OH serão as mesmas, mas os coeficientes de atividade são diferentes (γH+ = 0,83 e  γOH– = 0,76). Logo:

K= [H+H+[H+OH-, como [H+] = [OH] teremos:

10-14 = [H+]0,83.[H+]0,76 ∴ [H+] =1,26×10-7 mol L-1

e a aH+ = [H+H = 1,26×10-7.0,83 = 1,05×10-7 mol L-1

Por fim o valor de pH=-logaH+ =6,98

Os dois casos mostram que o pH real da água pode ser alterado pela adição de um eletrólito forte. A pequena mudança no pH ocorre porque o KCl afeta as atividades do H+ e do OH. O pH muda 0,02 unidades dentro do limite de exatidão das medidas de pH, isso raramente é importante para considerações menos apuradas. No caso do cotidiano da química em quase todos os casos é feita a consideração de que o pH é calculado em função da concentração de H+ e não de sua atividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *